sábado, 26 de dezembro de 2009

Xmas

Sim, eu esqueci de postar alguma coisa sobre o natal ontem.
Meu natal não tava com o espírito natalino, esse ano.
Eu queria estar láá em ny, tomando um chocolate quente.Gente pra tudo que é lado cantando. Neve, tudo enfeitadinho, bonitinho *-*
Natal no calor é ruim :s
Já que eu não tava lá ontem, eu fui na "reunião de família". Tava legal, mas não em clima de natal ( e até rimou rs).
De noite eu tava passeando (qqq) pelo blog do Mark Hoppus - um cantor bmlimd e legal -, www.himynameismark.com , eu achei um video.
Tá, eu achei meio tenso. Resolvi postar aqui.

video

aimeldels, não creio que realmente vou por isso. só pra encher linguiça QQQQ.

Feliz Natal atrasado. 5 dias pro ano novo :D

Bandage dress no próximo post.

bjbjbj :*

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

love, actually

Simplesmente amor

Eu sempre via esse filme na estante da locadora, mas nunca tinha pensado em locar.
No começo dessa semana eu peguei cinco filmes ( por causa de uma promoção na locadora UHAUHUAHUAHAUH q), e aproveitei pra pegar esse. Coincidência foi que o filme é de natal, e eu só descobri isso quando assisti, ontem.
Ameeeei, é muito amor esse filme - bem aqueles de se enrolar num cobertor e comer chocolate - haha. São 19 personagens e eles se cruzam bonitinhamente.
Eis a sinopse:
" O novo Primeiro-Ministro da Inglaterra (Hugh Grant) se apaixona por uma de suas funcionárias, Natalie (Martine McCutcheon). Numa tentativa de curar seu coração, um escritor (Colin Firth) parte para o sul da França e lá acaba se apaixonando. Karen (Emma Thompson) desconfia que Harry (Alan Rickman), seu marido, a está traindo. Juliet (Keira Knightley), que se casou recentemente, desconfia dos olhares e intenções de Mark (Andrew Lincoln), o melhor amigo de seu marido. Sam (Thomas Sangster) tem por objetivo chamar a atenção da garota mais difícil da escola. Sarah (Laura Linney) enfim tem a grande chance de sair com Karl (Rodrigo Santoro), por quem mantém uma paixão silenciosa. Billy Mack (Bill Nighy) busca retomar sua carreira como astro do rock. A vida de todos estes personagens se entrelaçam e são modificadas pela presença do amor em suas vidas."
Assim até parece meio sem graça. Só assistindo pra saber mesmo.

video

Gênero: Comédia romântica
Elenco: Hugh Grant , Liam Neeson, Colin Firth, Laura Linney, Emma Thompson, Alan Rickman, Keira Knightley, Martine McCutcheon, Rodrigo Santoro, Rowan Atkinson, etc.. Tempo de duração: 134 min
Classificação etária: 16 anos ( só porque tem umas partes bobinhas)
Ano de lançamento: 2003

Filme bonitinho pra quem vai ficar em casa no natal, que pra mim é meio difícil - UI SOU POP, MENTIRA.

Natal amanhã, então

Feliz natal *-* beeeeeeeijos, tudo de bom pra vocês.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Quanto Mais Quente, Melhor

Oooooi gente :D
Desculpa ter demorado pra postar, mas eu tinha mil filmes, alemão pra estudar e preguiça. Aí eu não postava. HEUHUEAH
Então, hoooje vou postar sobre um filme ta-da!. É de 1959 e tem a Marilyn Monroe diva.


A história se passa em Chicago, 1929. e é muuuuuuuuito fofinha, comedia romântica que não faz ninguém crescer e em preto e branco. Adoro filmes em preto e branco :D



“Chicago, 1929. Joe (Tony Curtis) e Jerry (Jack Lemmon) são músicos desempregados, que estão desesperados por trabalho. Eles acidentalmente testemunham o Massacre do Dia de São Valentim, assistindo o criminoso Spats Colombo (George Raft) e seu cúmplice aniquilarem Toothpick Charlie (George E. Stone) e sua gangue. Forçados a apressadamente deixarem a cidade, Joe e Jerry pegam o primeiro trabalho que podem arrumar: tocar na banda de garotas da Sweet Sue (Joan Shawlee) e suas Sincopadoras. Em trajes femininos, os dois se juntam ao resto da banda em um trem que vai para Miami, Flórida. Diante desta situação, Joe adota o nome de Josephine e Jerry torna-se Daphne. De repente eles vêem Sugar Kane (Marilyn Monroe), a vocalista da banda de Sweet Sue. Jerry se apaixona na hora, mas Joe o lembra que ele não pode se fazer notar. Porém, após chegarem a Miami, um milionário (Joe E. Brown) se apaixona por Daphne e Joe resolve se fazer passar por um milionário para tentar conquistar Sugar, tudo isto em meio à uma reunião dos Amigos da Ópera Italiana, uma convenção de criminosos que traz à cidade Spats Colombo e sua gangue.”




Assim, tem dois caras desempregados que tentando arranjar um trabalho, sem querer presenciam o fuzilamento de outros caras lá HUEHUAE; e aí pra fugir eles se passam de mulheres e vão viajar com uma banda de garotas para uma apresentação num hotel. E aí o filme mostra, de maneira engraçadinha :D, as dificuldades que eles passam, fingindo serem mulheres. Hoje em dia, pode nem ter tanta graça, digamos assim, porque mulheres se passando por homens e homens se passando por mulheres e vendo como é o lado de cada um já é um tema meio batido. Mas se já é legal hoje, deve ter sido uma coisa muuuuucho legal quando lançou, já que era algo inovador. (:

Então assistam o filme com esses olhos, bgs, porque ele é muito linöd.

*AAH, esse texto eu tinha escrito há um tempo, e o troço da aula lá também faz um tempo HEUAHEUH. Sei lá porque eu não postei quando escrevi, mas TÁ NÉ.
A preguiça de fim de ano está tomando conta de mim, então façam como eu e ao invés de deixarem a melancolia pós-aulas (inexplicável, já que todo mundo ficava contando os dias pras aulas acabarem) dominarem vocês, assistam tudo quanto é filme, leiam livros que tinha vontade, estudem alguma língua diferente only for fun, saiam com os amigos (mas não vão a shoppings porque eles tão insuportáveis e lotados de gente agora perto do natal)... vocês me entenderam. Desculpa, mais uma vez htinios, por ter demorado uma vida pra postar aqui.
MUCHOS BEIJOS :*

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Rafa Esteve Aqui

ooooi gente :D
Eu, por acaso, cheguei a comentar aqui que tava gravando um curta com a galerë da escola e que era a protagonista? *cof cof HEAUEHUAEH Não, né?
Então comento. Meu professor de inglês chegou pro meu grupo de amiguinios e nos mostrou um roteiro pra um possível curta, bem htinio, de suspense e tal. Aí a gente, depois de algumas crises de timidez não habituais minhas, concordou em gravar o curta.
Aí a gente passou umas duas, três semanas gravando, e eu sempre indo com a mesma roupa ou levando na mochila. Bem lindo, mesmo HEUHUEH. Mas tá. A gente nem teve que decorar texto porque eram cenas curtas, então foi fácil. A dificuldade pra mim foi fazer as cenas de suspense, sabe? Nas quais eu atuei lindamente, né, vamos combinar HEAUHEUHAE brimks.
Só sei que antes de o filme estar completo, o teacher já tava passando pro pessoal do colégio e teve até gente que veio comentar com a gente que o filme tava muuucho legal. :D
E foi muuuuito legal gravar, sério mesmo –Q. A gente gravou umas dez vezes uma cena da conversa nossa, porque nunca dava certo, ou alguém ria ou alguém esquecia do texto. Eu tive que atravessar uma mesma rua umas quatro vezes, ia e voltava, porque tem uma partezinha dessa no filme, e um cara que tava parado ficou me olhando, tipo: que infernos essa guria quer caminhando pra lá e pra cá?! HEAUHEAUEH juro, porque nem dava pra ver que longe tinha o teacher filmando. :D
Tá, não vou falar muuuuito mais. O nome do curta é Rafa Esteve Aqui e a historinha feliz é de suspense que fala sobre uma lenda lá, que eu não posso contar. HAHHA Siiim, eu tenho um baita orgulho do curta, ok? -Q
E assistaaaaaaam! :D



me contraaata, gloooobo! -QQQQ *alok
muuuchos beijos e boa semana pra tooodo mundo :*